terça-feira, 30 de junho de 2015

Sobre terminar minha primeira faculdade

Ontem oficialmente conclui minha primeira faculdade, no curso de Letras. Neste momento sinto alívio, mas ao mesmo tempo me sinto meio órfã, pois foram 3 anos e meio numa rotina que a principio não achei que passaria tão rápido. É quase a mesma sensação de terminar a escola e se sentir meio perdida fora daquele mundo que eu vivia.
Quando comecei a faculdade em 2012, meus pensamentos estavam confusos, não sabia se era aquilo que eu queria, não me sentia a vontade, eu estava deslocada e insegura. Pensei que não conseguiria ir até o fim, mas fui. E depois de um tempo finalmente me encontrei ali, mudei de várias formas para o melhor. Antes eu era a garota tímida de cabeça baixa, medrosa e indecisa que não sabia se cuidar por si só, que não tinha voz, foi nesta jornada que aprendi a ter mais confiança, que amadureci e quebrei minhas próprias expectativas. Meu coração foi testado, quebrado, mas sobreviveu e estava pronto quando resolvi me entregar para alguém de verdade. As pessoas que conheci e que estiveram comigo neste tempo me trouxeram outras perspectivas. A literatura, os livros, o inglês, morfologia e todas as coisas que aprendi me impulsionaram a nunca mais querer parar de aprender e alguns professores muito especiais me inspiraram a amar aquilo que eu estava conhecendo e o que poderia se tornar.
Eu encontrei um rumo, um plano seguro que agora tenho bases para sustentar, tenho mais coragem mesmo na incerteza do que virá. A melhor coisa que eu poderia ter feito foi continuar, persistir e me entregar a esses anos de formação. Sinto uma enorme gratidão. Me sinto mudada e quero mais... Mais sonhos, mais descobertas, mais caminhos, pois agora que terminei o primeiro passo tenho que dar o outro.
A todos que estão ingressando nesta fase universitária aconselho que aproveitem, que se entreguem, se superem, acreditem, esse momento irá expandir sua mente e te mudar de dentro para fora se permitir, o conhecimento é um presente e te move como pessoa. E mesmo que sinta pressões, tenha conflitos, decepções ou empurrões, esse período vale muito a pena e tem coisas boas que ficam para sempre como uma conquista preciosa. Me apaixonei pelo que estudei sem perceber.
E que venha a nova jornada, mais um aprendizado.


Natalia Cayres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte o seu lado da História!