sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Apenas humana


Eu não tento ser perfeita.
Todas as vezes que tentei há algum tempo atrás, só foi pior, eu buscava uma pessoa dentro de mim que não existia.
Mas ninguém é perfeito. E o que seria perfeito?
Acho que cada um tem uma ideia muito pessoal do que seja. São visões diferentes e acho perda de tempo se prender num reflexo ideal de dentro pra fora.
Então, eu não sou perfeita. As únicas coisas que tenho certeza da perfeição são os pássaros que sutilmente atravessam o céu, as plantas que crescem sempre mais um pouco a cada novo dia, a chuva serena e sua sonoridade e tantas outras coisas que são independentes mesmo sem a percepção de outros.
O que eu tento agora é ser hoje um pouco melhor que ontem, mesmo que de uma forma não aparente.
Nos  meus erros, medos, acertos, vícios  e qualidades, tento me encontrar toda vez, me vendo mais humana, limitada mas ao mesmo tempo capaz de ser e fazer algo bom.

Natalia Cayres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte o seu lado da História!