terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Vamos escrever





Se o pensamento transborda,
vamos escrever.
Ora, se aqui há tanta ironia,
vamos escrever e entender.
Se algo enlouquece,
vamos escrever para ver se o descontrole desaparece.
Se o céu não esta azul e o chá esfriou,
vamos escrever e ver no que o tempo se tranformou.
Se o passado vira um filme na mente,
vamos escrever e buscar um presente mais contente.
Se é saudade de um amor,
vamos escrever poesia e mudar essa dor.
Se tudo é silêncio desconfortante,
vamos escrever e preencher esse vazio agora irritante.
Vamos escrever, nem que sejam esses sentimentos tolos
E mesmo que seja pouco,
nem sempre nos versos parecem tão bobos.

Natalia Cayres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte o seu lado da História!