segunda-feira, 10 de outubro de 2011

O olhar entrega...

Posso camuflar sorrisos, deixar a voz normal, fingir sobre a realidade, mas nada posso ocultar no olhar.
Não posso esconder o medo, quando quero fugir feito criança do mundo, o olhar entrega!
Não posso falar que to bem e sorrir, se o olhar entrega!
Não posso esconder amores, pois o coração palpita rápido e em seguida o olhar entrega.
Não posso dizer que esqueci, a imagem vem e o olhar entrega!
Posso tentar ocultar o nervosismo, ou a repulsa, mas o olhar sempre entrega.
Não posso esconder nada do meu olhar.
Quando sorrio, também uso os olhos. Quando não digo nada com a boca, grito com o olhar. Quando tudo é tempestade , a chuva transborda em meus olhos. Quando tudo é medo, o brilho deles se apaga. Quando tudo é amor e alegria os olhos ficam radiante. 
Acho que revelei a forma de me decifrar...
Mas quem tem a capacidade de entender um olhar, ou melhor, de entender meu olhar?


Nathy Cayres

2 comentários:

  1. E o olhar sempre entrega e poucos são capazes de ler... Eu encontrei alguém que é capaz de escutar tudo o que gritam meus olhos...
    Muito muito lindo, Nathy!
    Beijos*:

    ResponderExcluir
  2. Oi Nathy, viemos agradecer sua visita ao nosso blog!
    E convidamos você para enviar seu textos à ser postado em nosso blog. Basta participar da comunidade no orkut e se inscrever!

    Equipe ABL

    ResponderExcluir

Conte o seu lado da História!