quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Lágrimas

Pensei que poderia controlar, esconder diante de você.
Mas quando dei por mim meus olhos já estavam estremecendo,
Fiz força para segurar, mas isso só aumentou a vontade,
e a ânsia.
E então elas vieram, desceram rolando,
devagar, quentes, salgadas, como tudo o que sentia.
E lá estavam meus olhos molhados, a visão embaçada,
tudo explodindo em lágrimas.
 Não resisti...
Chorei tudo que precisava...
As vezes a gente precisa desmoronar, para poder se levantar 
de novo.
E depois quando elas se dissiparam em meu rosto,
senti um grande alivio,
Tinha limpado tudo por dentro.
Agora posso respirar  melhor,
e com os olhos bem lavados, 
enxergar o que realmente esta a minha frente.
(Nathy Cayres)

Um comentário:

  1. As vezes é quase impossível ser forte, principalmente quando realmente precisamos.
    Lindo texto, como sempre!
    Beijos*:

    ResponderExcluir

Conte o seu lado da História!