sábado, 15 de junho de 2013

Vagando Vagalume














Te vejo voar e vagar por ai vagalume.
Longe de casa, em qualquer rua,
algo de você brilhando abaixo do céu
e acima dos meus olhos vagalume.
Mas não precisava estar em qualquer lugar,
Não precisava ser só o vento a te levar vagalume,
e só sua luz a te guiar.
Você poderia se encontrar na minha rua,
Você poderia escolher não ser só do vento,
Você poderia ser a pequena luz em minha casa Vagalume.
Você poderia ser minha estrela particular
Poderia me ensinar a brilhar.
Mas por que vagalume,
você voa para aonde não posso te alcançar?
Por que brilhar somente aonde não posso te contemplar?

Natalia C.



2 comentários:

  1. Por que brilhar somente aonde não posso te contemplar?

    Muito lindo...

    ResponderExcluir
  2. vagalumes são livres, necessitam da liberdade para brilhar, não há prisão que o alcance, apenas olhos curiosos que os contemplem e os perdem da visão, deixando que outros olhos sejam capazes de ver sua luminosidade...

    beijos amiga

    ResponderExcluir

Conte o seu lado da História!