sábado, 27 de abril de 2013

De mim para mim...


Então um pensamento súbito me ocorreu e abri os olhos para dentro de mim. Vivo sendo a senhorita conselheira de algumas pessoas as vezes passando do limite e pensando ser dona de certa verdade. Vergonha!
Acho que preciso escrever bilhetes não para outro alguém, mas sim para quem existe em mim,  me fazendo lembrar que não preciso levar a tudo sério, que não preciso de tantos planos e sim de mais ações. E por favor chega de comparações, de tentar bater tempos diferentes dos meus, de tentar  estar num estágio que de fato não me pertence. Olho para dentro de mim e desejo encontrar em que parte esquecida me escondi.
Sou eu e não os outros. Sou eu!

Natalia C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte o seu lado da História!