sábado, 12 de novembro de 2011

O Poeta




--Hey volte aqui!
--Não...Você fala de coisas desconexas, você foge da realidade, você perde o senso de razão!
-- Devo dizer-lhe algo para minha defesa!
-- Diga. Mas sei que será mais um dos seus dilemas misturados a fantasias...
-- Não me trate como se eu tivesse sintomas de loucuras, apenas tente entender:
    "Eu não falo de coisas desconexas, apenas descrevo aquilo que as pessoas não querem compreender.
     Não fujo da realidade, apenas escrevo sentimentos que as pessoas possuem mas não conseguem dizer.
     Meus dilemas podem ser os mesmos que os seus, mas eu tenho humildade para admiti-los,
     e as coisas que você chama de fantasia, nada mais são um jeito sensível e diferente de observar a vida!
     Não escrevo para que me entendam, escrevo para que as pessoas reflitam a sua maneira e resgatem dentro           de si pequenas coisas, tão simples mas verdadeiras.
Não há nada de errado em querer deixar certos pensamentos, sentimentos, e coisas cotidianas mais bonitas!
O melhor de tudo é que não preciso deixar tudo isso engaiolado em mim, deixo livre para voar, sem medo da altura que vai chegar!"

     

Um comentário:

  1. belo texto princesa!!!
    Acredito que todos tem o dom de sentir... todos tem a capacidade de exprimir... mas poucos tem a CORAGEM de expressar o que sente!!!
    por isso admiro quem escreve... escrever é dar a cara pra bater...
    Bjux e um ótimo finalzinho de sábado!

    ResponderExcluir

Conte o seu lado da História!