sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Amiga, amiga...

Amiga, amiga...
O tempo vai passar,
mas nós ainda vamos nos ligar!
Amiga, amiga...
Alguns velhos hábitos vão continuar,
mas muita coisa vai mudar!
Amiga, amiga...
Vamos guardar aqueles dias que passaram,
mas o presente ainda poderá ser melhor!
Amiga, amiga...
Não precisa chorar, se desesperar,
por amores mal correspondidos,
ou sentimentos desiludidos!
Amiga, amiga...
Eu estarei aqui,
um dia prometemos amizade sem fim,
e apesar de tudo, uma coisa ainda não mudou...
Promessas não podem ser quebradas,
nem amigas separadas!
Amiga, amiga...
As coisas são simples assim!
(Nathy Cayres)

(Este poema é dedicado a uma amiga que por muitas vezes tomou minhas dores, e sempre procurou me entender! Valew Kaka!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte o seu lado da História!